Deeksha, a bênção da unidade

de 16/07/18 em Deeksha, Espiritualidade

Deeksha significa transferência. É um fenômeno muito antigo, presente em diversas culturas.

Em antigas tradições de iniciação, geralmente mestres despertos transferiam sabedoria e estados de consciência para seus discípulos após anos de preparação. Essa transferência de consciência também podia ser feita para um objeto ou para um lugar sagrado.

Em 1989, foi revelada ao mundo uma nova Deeksha. Krishnaji, um dos fundadores da O&O Academy, na Índia, com apenas 11 anos de idade, teve experiências místicas e, com a ajuda de seu pai, o mestre espiritual Bhagavan, passou a compartilhar com outros o acesso a um nível superior de consciência. Nascia assim a Deeksha, como é conhecida no mundo todo, ou Bênção da Unidade.

A Bênção da Unidade é a transmissão uma energia sutil que inicia um processo neurobiológico de transformação para estados mais elevados de consciência, tendo como objetivo alcançar um estado de unidade.

A partir daí, Bhagavan iniciou um trabalho de divulgação de práticas e ensinamentos ancestrais por meio da Oneness University, e Krishnaji fundou a One World Academy, para ensinar técnicas de expansão da consciência para líderes de todo o mundo, entre eles Tony Robbins, Lewis Howes, Mike Novogratz (Bitcoin), Ari Emmanuel (WME-IMG), Casey Sheahan, ex-CEO da Patagonia, e o músico Usher, para citar alguns. Hoje, as duas escolas se uniram sob o nome de O&O Academy, que recebe milhares de alunos por ano para cursos nos seus campus na Índia, e oferece treinamentos ministrados por professores autorizados em todo o mundo. Aqui no Brasil, facilitadores promovem encontros para doação de Deeksha e oferecem o curso Stress Detox, uma imersão de dois dias onde o aluno aprende técnicas de meditação, outras práticas de auto-conhecimento e têm acesso a ensinamentos espirituais ancestrais que ajudam a alterar padrões de pensamentos e crenças que limitam o potencial e impedem o fluxo harmonioso da vida.

A Deeksha é doada por meio da imposição das mãos sobre a cabeça de quem recebe. Essa transferência acontece após uma preparação do doador, que foi iniciado em formação específica. Eu, por exemplo, fiz minha primeira iniciação em 2013 aqui no Brasil, depois passei por iniciações nos Estados Unidos e na Índia e, mais recentemente, fui iniciada no Ekam, o campo de unidade na Índia, para potencializar os efeitos da bênção.

No fenômeno da Deeksha você acessa uma terceira dimensão, além das dimensões física e mental – uma dimensão espiritual ou transcendental que frequentemente é despertada ou ativada durante a meditação profunda. A Deeksha torna esse caminho mais fácil. Enquanto poucas pessoas conseguem silenciar a mente por completo em meditação profunda, a Bênção da Unidade está disponível para todos, independentemente de outras práticas espirituais ou de auto-conhecimento.

As experiências de quem recebe Deeksha são diferentes – alguns relatam sentir a consciência expandir, outros dizem sentir a presença de Deus ou do divino, muitos percebem aumento da intuição ou guiança interior. Há relatos também de experiências místicas. As experiências são muito pessoais, mas o resultado é uma transformação neuro-biológica, já que circuitos neurais do cérebro que canalizam tendências destrutivas do inconsciente são rompidos e novas conexões neurais, que despertam estados de beleza em você, são formados.

Curas acontecem no corpo, na mente, nos relacionamentos e a vida se transforma em um bonito fluxo de coincidências, levando você para perto dos seus sonhos. Marcas e memórias do passado vão se dissolvendo, dando lugar a uma nova maneira de ver e estar no mundo, o que permite perceber nossa verdadeira natureza. A partir daí, a percepção e conexão com o todo é despertada e passamos a nos sentir mais integrados com o Universo.

“O estado de unidade não é uma religião ou fé; o estado de unidade é um estado interno.”

Sri AmmaBhagavan