Feng Shui da Saúde: 8 curas para combater a depressão

de 17/02/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

Por Michelle Achkar

O Feng Shui pode ser aplicado para solucionar problemas em todas as áreas da vida, inclusive na saúde. São diversas as curas disponíveis para aliviar doenças, ajudar a encontrar uma solução médica adequada, dar energia e força de vontade, promover o descanso adequado, entre outras.

Curar a depressão também pode ser o objetivo de uma consultoria de Feng Shui.

Hoje, a doença é considerada um problema de saúde pública em todo o mundo e atinge mais de 5% da população mundial, segundo um estudo da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, divulgada há alguns anos. De acordo com a mesma pesquisa, a idade média de início dos episódios de depressão é entre 24 e 25,7 anos.

Em 2015, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o número de pessoas deprimidas cresce entre os que estão fora do mercado de trabalho, atingindo 10,2% da população no perfil.

Vale ressaltar que a aplicação das curas de Feng Shui não exclui a necessidade de tratamento médico adequado. A ciência milenar chinesa deve ser aplicada como uma das ferramentas de apoio no combate à depressão.

Veja como o Feng Shui pode ajudar a combater a depressão:

1- Dando fim ao acúmulo e à desordem

Manter grande número de itens sem uso, quebrados ou desorganizados é a cura principal para qualquer problema que apareça. No caso de pessoas que sofrem de depressão grave, é comum encontrar casas lotadas de objetos sem uso, acumulados ao longo dos anos, sem cuidado. Cada objeto, imantado de emoções, pensamentos e energias diversas, vai impregnando o ambiente com essas vibrações e colabora para o aparecimento do quadro depressivo. A primeira ação é a de limpar, descartar e organizar.

2- Nada de móveis acima da cabeça

Manter qualquer móvel acima da cabeça de uma pessoa, principalmente sobre a cama, é prejudicial, pois pressiona a energia quando se está mais vulnerável, durante o sono. Além de causar dores de cabeça, ansiedade, está associado à depressão também. Armários embutidos sobre a cama, prateleiras e também vigas não são recomendados, segundo o Feng Shui. Mude a cama de lugar, mesmo que temporariamente, até a pessoa começar a se recuprar. Para corrigir o problema permanentemente, existem curas que podem ser indicadas por um consultor de Feng Shui após analisar todos os elementos do quarto.

3- Instalação elétrica em dia

Não é à toa que existem diversas expressões que associam a eletricidade às mudanças de humor. As instalações elétricas de uma casa influenciam no nosso equilibrio e estado emocionais. Itens em curto, queimados, ligações elétricas mal feitas, e, principalmente, fios aparentes, colaboram e reforçam um quadro de ‘nervos à flor da pele’. Conserte tudo imediatamente.

4- Chega de vazamentos

É normal acontecer algum vazamento na casa, mas vazamentos constantes, que se repetem ou que são complicados de solucionar podem significar um reflexo do estado interno dos moradores da casa. Como a água está associada às emoções, vazamentos indicam que as pessoas não estão conseguindo lidar com seus sentimentos e acabam em um turbilhão emocional que leva a estados de desequilíbrio. Vazamentos também representam perda financeira dos membros da família. É necessário encontrar a causa real dos problemas na casa. O mesmo vale para a umidade nas paredes. É preciso sanar o problema, aplicando algum problema impermeabilizante e refazer a pintura.

5- Reforço na iluminação

A luz natural é uma das maneiras mais simples de renovar o Chi (energia vital) de um espaço. É preciso abrir cortinas e janelas e deixar a luz entrar e o ar circular. Espaços mal iluminados normalmente possuem um Chi pobre que vai, aos poucos, impregnar as pessoas que moram naquele local. Além disso, preste atenção à iluminação artificial e às lâmpadas usadas. Se necessário, aumente a potência das lâmpadas, instale mais luminárias, sem esquecer do conforto que elas proporcionam. Prefira as de tonalidade amarelada, que se aproximam mais da luz natural. No caso de depressão grave, aumente a potência das lâmpadas mesmo que isso não seja necessário. Outro meio de aumentar a luminosidade do ambiente é colocar nas paredes cores claras e luminosas, que refletem a luz e ajudam a dar a impressão de amplitude.

6- Paredes cheias de vida

Você pode ser fã do estilo de decoração minimalista e gostar de ter poucos objetos. Mas evite paredes completamente nuas. Ambientes assim transmitem uma atmosfera de falta de esperança, falta de perspectivas e não favorecem a recuperação de uma pessoa com quadro de depressão. É uma boa ideia colocar imagens alegres e com mensagens positivas.

7- Chi novo para casa

É fundamental acrescentar um ajuste de força vital numa casa com uma pessoa que sofre de depressão. Itens vivos ajudam a renovar a energia dos ambientes. Plantas saudáveis e animais têm o poder de imprimir vitalidade nos locais, impactando a energia das pessoas que moram no local. Compre plantas novas e estabeleça uma rotina para cuidar delas, prestando atenção a quantidade de adubos e regas necessários. Esse cuidado com a planta, simbolicamente, significa cuidado com você mesmo.

8- Cristal no centro do quarto

Um tradicional reforço para a saúde sugerido pelo Feng Shui do Budismo Tântrico Tibetano é a colocação de uma bola de cristal facetado no centro do quarto. Para reforçar a cura, pendure com um fio vermelho. Compre um cristal de qualidade, que seja transparente. Ao colocar, visualize a saúde do seu corpo e mente sendo renovada e cheia de muita força vital.

 

 

Feng Shui do amor: 9 dicas para melhorar seu relacionamento

de 07/02/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

A casa é o espelho da vida de uma pessoa. Portanto, se você está enfrentando problemas no relacionamento a dois é hora de verificar o fluxo de energia na sua casa e investir no Feng Shui do amor. A alteração do espaço causa uma mudança no padrão energético que afeta os relacionamentos, e também outros aspectos da vida.

No caso do relacionamento amoroso, sempre começamos a observar a casa pelo quarto do casal.

O Feng Shui presta atenção especial ao quarto de dormir, pois é nele onde passamos boa parte do tempo e de forma vulnerável, durante o sono.

Quando o Chi do seu quarto não está equilibrado começam os problemas no relacionamento. A energia ruim partilhada no quarto pelo casal afeta o relacionamento e também outras áreas da vida e o mau fluxo do Chi no ambiente começa a impregnar o casal com o mesmo mau humor.

Preste atenção ao fluxo de energia do quarto ou faça uma análise de como anda a relação para conseguir identificar por onde começar a mexer no quarto. Veja 9 dicas de Feng Shui para melhorar o seu relacionamento amoroso.

 

1- Livre-se das tralhas

Manter na casa objetos sem uso, quebrados e sujos é prejudicial de qualquer forma. Mas quando esses itens se acumulam no quarto, o relacionamento começa a sofrer na mesma proporção. Jornais não lidos, pilhas de objetos para serem levados ao conserto, roupas sujas, sapatos à mostra, nada disso pode ser deixado de lado num quarto. Armários e gavetas também precisam estar limpos e organizados. Retirar itens velhos, que não servem mais ou estão fora de moda também é necessário.

 

2- Invista na limpeza e nos consertos

Se você sente que a relação está emperrada, por exemplo, o quarto pode estar precisando de uma limpeza mais profunda ou de manutenções básicas. Verifique o estado da cama, do estrado, confira se portas e janelas abrem e fecham com facilidade. Jamais deixe lâmpadas queimadas no quarto. A saúde do relacionamento é afetada por qualquer item que não funcione direito ou esteja quebrado no seu quarto. Aproveite e mande avar cortinas e tapetes.

 

3- Retire os objetos estranhos a um ambiente amoroso

Não é raro encontrar objetos, coleções ou itens de decoração que não combinam com uma atmosfera de amor nos quartos do casal. O mais comum é ter um escritório ou biblioteca no quarto, devido à falta de espaço no restante da casa. Casais que começam a ter filhos vivem essa realidade com frequencia. Para abrigar os filhos nos quartos da casa, o quarto do casal vai se transformando num cômodo-curinga, onde ficam os aparelhos de ginástica, eletrodomésticos que não cabem nos armários, ferramentas e tudo que não tem lugar adequado. Isso envia para o insconscente mensagens que não favorecem o relacionamento amoroso nem mesmo o repouso adequado. Faça uma seleção carinhosa dos objetos que são realmente necessários e depois procure tirá-los do quarto.

 

4- Foco na relação atual

De jeito nenhum, mantenha no quarto objetos que venham de relacionamentos anteriores, principalmente se acabaram num clima tenso. É muito comum encontrar no armário do casal uma caixa de fotografias cheia de fotos e outras recordações de namoros ou casamentos anteriores. Cada imagem, carta ou presente segue emanando energias dos outros parceiros e pode interferir no seu relacionamento atual. Se quiser manter alguma lembrança desse tipo, compre uma caixa bem bonita e encontre um lugar fora do quarto para guardá-la.

 

5 – Cama nova, por favor

Manter fotos e lembranças de relacionamentos anteriores até pode ser, mas não existe negociação quanto à cama. Se ela já foi usada num namoro longo ou casamento anterior, troque imediatamente. Compre uma nova e também troque o colchão.

 

6 – Dando uma força para a união

Hoje é muito comum ter camas do tipo box, cuja base da cama do casal vem separada. Isso simbolicamente divide o casal. Para corrigir isso, compre um tecido vermelho e coloque em toda a extensão da cama, sob o colchão. Visualize que você e seu parceiro estão unidos numa vibração de muito amor e de proteção.

 

7 – Saia à caça de objetos solitários

Tudo o que está a nossa volta, envia mensagens que, dia após dia, vão construindo e modificando a realidade. Portanto, para atrair e reforçar o amor, veja, com carinho, se o quarto tem objetos que remetem à solidão, como quadros ou fotos de uma pessoa sozinha, estátuas, uma cadeira sozinha etc. Sempre que possível, retire esse itens e substitua por objetos em pares, fotos do casal em momentos felizes….

 

8 – Ative a atmosfera do amor

Um perfume produz mudanças instantâneas nos padrões de ondas cerebrais, pois os estímulos olfativos atingem o cérebro mais rápido do que qualquer outro sentido. Para favorecer a atmosfera do amor e da sensualidade, use essências de patchuli ou ilangue-ilangue em vaporizadores, difusores ou aromatizadores.

 

9 – Tome uma atitude

Você já limpou e arrumou o quarto, harmonizou o ambiente com um perfume especial e deixou o clima mais adequado ao romance. Agora é hora de agir. Minha mestre em Feng Shui, Silvana Occhialini, sempre reforça que paralelamente às curas no ambiente é preciso partir para as curas mundanas. Preste atenção se vem demonstrando afeto, dando atenção, cuidando do relacionamento e reservando tempo para desfrutar da relação. Isso faz toda a diferença, com certeza.

 

 

Página 4 de 10...3456...