Feng Shui da Varanda Gourmet

de 24/02/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

Por Michelle Achkar, Espaços que Curam

Todo conhecimento precisa ser adaptado às mudanças dos tempos. Com o Feng Shui não é diferente. Quando as técnicas foram criadas há milhares de anos no Oriente não havia grandes cidades, prédios com dezenas de apartamentos, tampouco extensas redes elétricas e, mais recentemente, redes de comunicação via Internet e Wi-fi.

Nessa lista, entra também a varanda gourmet, tão popular hoje nos lançamentos de imóveis nas grandes cidades.

A varanda gourmet é foco de atenção principal na casa: influencia na escolha do imóvel, é prioridade na decoração e é bastante usada, substituindo a sala em grande parte dos imóveis.

A área pede um olhar diferenciado do consultor de Feng Shui, pois são muitos os detalhes que podem ser ajustados para melhorar a harmonia das energias da casa.

Por isso, explico aqui alguns aspectos que precisam ser levados em conta na decoração desse espaço. Veja abaixo e aprenda o Feng Shui da Varanda Gourmet.

1- Fechada ou aberta

Em muitos locais das grandes cidades, fechar a varanda com vidro não é nem questão de gosto, mas pura necessidade. Barulho, poluição do ar e vento em excesso são deixados de fora. Mas saiba que fechar a varanda altera completamente a aplicação do baguá na planta baixa da casa. Explico: segundo o Feng Shui do Budismo Tântrico Tibetano, escola que aplico em minhas consultas, apenas áreas totalmente fechadas são consideradas como partes da residência. Não se assuste, está certo. Se você tiver uma varanda enorme e ela não for fechada, um consultor de Feng Shui não irá considerá-la como integrante do baguá. O que isso implica na prática é que os guás do seu espaço (relacionamento/sucesso/prosperidade/família/ amigos/sabedoria/carreira/craitividade/saúde) estarão localizados em locais diferentes com a varanda fechada ou aberta. Portanto, o ideal é aplicar o baguá no imóvel antes de decidir fechar o espaço para ter certeza de que se trata da melhor decisão de acordo com o Feng Shui.

2- Atenção ao elemento fogo

A churrasqueira é um dos xodós das varandas gourmet. Muitos apartamentos ainda têm fogão nessa área, forno elétrico e até forno a lenha. É bastante fogo para um espaço só. É preciso ficar atento e equilibrar o local com outros elementos (como água e terra, por exemplo) para que esse excesso de fogo não interfira no guá onde a varanda gourmet está localizada. Na maioria dos projetos, a varanda ocupa o guá da prosperidade, do sucesso ou do relacionamento. Fogo em excesso ‘queima’ o dinheiro na prosperidade, pode fazer com que sua fama/nome seja prejudicada no guá sucesso e que brigas aconteçam no relacionamento. Portanto, é preciso pensar na escolha dos elementos de decoração para equilibrar esse cenário. Uma boa dica é ter pisos, bancadas ou mesas de pedras naturais, móveis ou detalhes na cor preta (que representam água) e vasos de cerâmica que trazem o elemento terra para o espaço.

3- Vidros: está todo mundo te vendo

Do ponto de vista simbólico, grandes áreas envidraçadas deixam a vida exposta. Isso acontece mesmo se o seu apartamento está localizado em andares altos e que você não tenha vizinhos em volta. De acordo com o Feng Shui, é preciso haver um equilíbrio entre portas e janelas numa casa. Com uma varanda gourmet, esse equilíbrio, muitas vezes, é alterado. A colocação de cortinas ou persianas ajuda a trazer de volta a privacidade perdida, ainda que ela não seja necessária do pronto de vista prático. Mesmo se não for preciso, feche-as de vez em quando, como se estivesse fazendo um pequeno ritual de trazer constantemete para a sua vida o equilíbrio entre o que você expõe ou não da sua vida e da sua família.

4- A primeira coisa que se vê na casa

O grande espaço aberto das varandas quebra também outra recomendação do Feng Shui de evitar ter a porta principal da casa em frente a uma janela. Muitas varandas são extensões da sala e ficam visíveis logo da porta de entrada principal. Claro, afinal, é para isso mesmo que foram criadas! Mas é preciso prestar atenção ao fluxo da energia que chega até a casa. Assim que ele entra, sai pela varanda! Para corrigir a perda do Chi (energia vital), o método mas simples é ter uma bola de cristal pendurada no caminho entre a porta e a varanda. A altura é importante: precisa estar abaixo do batente das portas/janelas.

5- Dá pra passar?

Muitas pessoas, com a intenção de receber o maior número de amigos possível, coloca grandes mesas na varanda, muitos bancos e, se tiver espaço, sofás e poltronas. Ok, é uma delícia receber bem as pessoas, mas preste atenção para não dificultar a circulação na varanda. É muito comum ter grandes mesas fixas, presas a balcões que dificultam a circulação. Escolha móveis do tamanho adequado para o espaço e jamais crie bloqueios em passagens ou disponha os móveis de maneira de você precise se espremer para passar entre eles.

6- Está vendo a porta de entrada?

Se você tiver um sofá na varanda gourmet ou poltronas, prefira que eles estejam voltados para a porta de entrada da casa. Isso no Feng Shui é chamado de ter a posição de comando. Simbolicamente representa que você enxerga e fica ciente de tudo o que entra na sua vida. Essa regra não muda nunca, mesmo quando consideramos uma varanda.

Feng Shui da Saúde: 8 curas para combater a depressão

de 17/02/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

Por Michelle Achkar

O Feng Shui pode ser aplicado para solucionar problemas em todas as áreas da vida, inclusive na saúde. São diversas as curas disponíveis para aliviar doenças, ajudar a encontrar uma solução médica adequada, dar energia e força de vontade, promover o descanso adequado, entre outras.

Curar a depressão também pode ser o objetivo de uma consultoria de Feng Shui.

Hoje, a doença é considerada um problema de saúde pública em todo o mundo e atinge mais de 5% da população mundial, segundo um estudo da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, divulgada há alguns anos. De acordo com a mesma pesquisa, a idade média de início dos episódios de depressão é entre 24 e 25,7 anos.

Em 2015, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o número de pessoas deprimidas cresce entre os que estão fora do mercado de trabalho, atingindo 10,2% da população no perfil.

Vale ressaltar que a aplicação das curas de Feng Shui não exclui a necessidade de tratamento médico adequado. A ciência milenar chinesa deve ser aplicada como uma das ferramentas de apoio no combate à depressão.

Veja como o Feng Shui pode ajudar a combater a depressão:

1- Dando fim ao acúmulo e à desordem

Manter grande número de itens sem uso, quebrados ou desorganizados é a cura principal para qualquer problema que apareça. No caso de pessoas que sofrem de depressão grave, é comum encontrar casas lotadas de objetos sem uso, acumulados ao longo dos anos, sem cuidado. Cada objeto, imantado de emoções, pensamentos e energias diversas, vai impregnando o ambiente com essas vibrações e colabora para o aparecimento do quadro depressivo. A primeira ação é a de limpar, descartar e organizar.

2- Nada de móveis acima da cabeça

Manter qualquer móvel acima da cabeça de uma pessoa, principalmente sobre a cama, é prejudicial, pois pressiona a energia quando se está mais vulnerável, durante o sono. Além de causar dores de cabeça, ansiedade, está associado à depressão também. Armários embutidos sobre a cama, prateleiras e também vigas não são recomendados, segundo o Feng Shui. Mude a cama de lugar, mesmo que temporariamente, até a pessoa começar a se recuprar. Para corrigir o problema permanentemente, existem curas que podem ser indicadas por um consultor de Feng Shui após analisar todos os elementos do quarto.

3- Instalação elétrica em dia

Não é à toa que existem diversas expressões que associam a eletricidade às mudanças de humor. As instalações elétricas de uma casa influenciam no nosso equilibrio e estado emocionais. Itens em curto, queimados, ligações elétricas mal feitas, e, principalmente, fios aparentes, colaboram e reforçam um quadro de ‘nervos à flor da pele’. Conserte tudo imediatamente.

4- Chega de vazamentos

É normal acontecer algum vazamento na casa, mas vazamentos constantes, que se repetem ou que são complicados de solucionar podem significar um reflexo do estado interno dos moradores da casa. Como a água está associada às emoções, vazamentos indicam que as pessoas não estão conseguindo lidar com seus sentimentos e acabam em um turbilhão emocional que leva a estados de desequilíbrio. Vazamentos também representam perda financeira dos membros da família. É necessário encontrar a causa real dos problemas na casa. O mesmo vale para a umidade nas paredes. É preciso sanar o problema, aplicando algum problema impermeabilizante e refazer a pintura.

5- Reforço na iluminação

A luz natural é uma das maneiras mais simples de renovar o Chi (energia vital) de um espaço. É preciso abrir cortinas e janelas e deixar a luz entrar e o ar circular. Espaços mal iluminados normalmente possuem um Chi pobre que vai, aos poucos, impregnar as pessoas que moram naquele local. Além disso, preste atenção à iluminação artificial e às lâmpadas usadas. Se necessário, aumente a potência das lâmpadas, instale mais luminárias, sem esquecer do conforto que elas proporcionam. Prefira as de tonalidade amarelada, que se aproximam mais da luz natural. No caso de depressão grave, aumente a potência das lâmpadas mesmo que isso não seja necessário. Outro meio de aumentar a luminosidade do ambiente é colocar nas paredes cores claras e luminosas, que refletem a luz e ajudam a dar a impressão de amplitude.

6- Paredes cheias de vida

Você pode ser fã do estilo de decoração minimalista e gostar de ter poucos objetos. Mas evite paredes completamente nuas. Ambientes assim transmitem uma atmosfera de falta de esperança, falta de perspectivas e não favorecem a recuperação de uma pessoa com quadro de depressão. É uma boa ideia colocar imagens alegres e com mensagens positivas.

7- Chi novo para casa

É fundamental acrescentar um ajuste de força vital numa casa com uma pessoa que sofre de depressão. Itens vivos ajudam a renovar a energia dos ambientes. Plantas saudáveis e animais têm o poder de imprimir vitalidade nos locais, impactando a energia das pessoas que moram no local. Compre plantas novas e estabeleça uma rotina para cuidar delas, prestando atenção a quantidade de adubos e regas necessários. Esse cuidado com a planta, simbolicamente, significa cuidado com você mesmo.

8- Cristal no centro do quarto

Um tradicional reforço para a saúde sugerido pelo Feng Shui do Budismo Tântrico Tibetano é a colocação de uma bola de cristal facetado no centro do quarto. Para reforçar a cura, pendure com um fio vermelho. Compre um cristal de qualidade, que seja transparente. Ao colocar, visualize a saúde do seu corpo e mente sendo renovada e cheia de muita força vital.

 

 

Página 3 de 10...2345...