Curas de Feng Shui: quando mais detalhadas, mais eficientes serão

de 04/05/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

Quando você se consulta com um especialista em Feng Shui e sai com uma lista de correções para fazer na sua casa, trate as recomendações como as de um médico.

As curas trazem conhecimentos milenares, testados e comprovados pela sua aplicação incontáveis vezes. Não existe razão para querer mudar ou criar uma versão pessoal delas. A escolha dos materiais, os detalhes, o modo de instalar, tudo faz a diferença.

Preste atenção às explicações, anote todos os detalhes e tire todas as dúvidas que surgirem durante a consulta.

Isso é muito importante para garantir os resultados desejados.

É comum ser resistente à ideia de alterar certos objetos ou ambientes em casa. Principalmente quando a mudança deve ser feita em um cômodo que acabou de ser reformado ou decorado. Saiba que isso não é coincidência, mas que a necessidade de alterar itens aos quais estamos apegados (pelo menos num determinado momento) serve exatamente para trabalhar questões dentro de nós.

A cura começa a acontecer antes mesmo de ser aplicada fisicamente e é por isso que no dia em que você decidir mudar um sofá de lugar por exemplo, alguma mudança importante já terá acontecido em você. A autora norte-americana Denise Linn, mestre em Feng Shui intuitivo e Space Clearing (limpeza de espaços), costuma dizer que ‘Where intention goes, energy flows’ (Para onde a intenção vai, a energia flui). É a mais pura verdade!

Ao contrário, se o consultor pede para mudar a posição do sofá e você decide manter e ainda coloca um móvel atrás dele, quer dizer que está resistindo à mudança e que questões relacionadas a essa configuração ainda são motivo de sofrimento e precisam de um pouco mais de reflexão.

Nesse caso, aguarde e tente observar quais os motivos estão impedindo as mudanças. E, quando estiver, pronto, faça como o indicado.

Portanto, siga as recomendações, mesmo que a sua mente fique brigando e dizendo que aquilo não faz o menor sentido. Para a mente, não faz mesmo! As curas de Feng Shui têm origem em um outro nível de consciência e criam sintonias com vibrações sutis que não são percebidas pelos nossos sentidos comuns.

Faça, vibre, acredite e veja os resultados!

 

Feng Shui no bairro: o Feng Shui começa muito antes da sua porta de entrada

de 18/04/17 em Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

Quando pensamos em Feng Shui, é mais comum pensarmos em fazer alterações dentro de casa. Sim, isso está certo. Mas eu sempre, nas minhas consultorias, faço uma análise muito detalhada do que existe em volta da residência ou do prédio.

Com o passar do tempo, fui observando que o ambiente externo influencia demais a energia dentro de casa e interfere também no resultado das curas de Feng Shui aplicadas para harmonização dos espaços.

Para explicar direitinho vou contar algo da minha experiência pessoal. E, portanto, posso dar essa dica de cátedra.

Morei numa casa em que fiz o Feng Shui desde a construção e, mesmo assim, a vida lá não foi fácil. A localização, a configuração do terreno, a proximidade com vizinhos de perfis muito diferentes do meu e a dificuldade de acesso à casa foram alguns fatores que não fizeram a vida fluir de acordo com meus desejos.

Dentro da casa, as portas estavam alinhadas, os banheiros devidamente ‘curados’, as áreas harmonizadas, a circulação ampla e sem obstáculos, havia feito reforços em todos os guás mas, isso não foi o suficiente, pois a energia que ali chegava já era negativa ou fraca.

O acesso ao bairro era uma loucura, com vias congestionadas em vários momentos do dia e a rua da casa, estreita, esburacada e com várias casas de baixo padrão em volta. Nas imediações, ainda havia um cemitério e uma igreja. Sem falar no som de um pancadão que rolava de sexta à domingo e que obrigava a manter os vidros bem fechados à noite.

Fora isso, para entrar na minha casa, eu precisava passar por uma portaria e percorrer um longo trajeto de carro e a casa se localizava numa parte do terreno que ficava bem abaixo do nível da rua. Pra terminar, a rua ainda não tinha saída.

Se você que está lendo entende um pouco das leis do Feng Shui, deve estar rolando no chão de tanto rir ou chorar, tenho certeza!

Ah, e ainda tem algo pior: o terreno foi palco de um grave acidente com mortes há algumas décadas. A lei do predecessor não ajudava também.

Os vizinhos foram um caso à parte: barulhentos, sem educação, que tratavam o local como extensão das suas casas. Mas o curioso é que no tempo em fiquei lá não vi ninguém melhorando de vida ou prosperando. Ou seja, a localização e o terreno não eram mesmo favoráveis.

Portanto, é fundamental observar o que existe em volta da sua casa, pois isso impacta a vida e, com certeza, irá impactar os resultados das curas feitas dentro de casa.

Mas, não se desespere. No meu caso, as curas me ajudaram a mudar de lá. Não desista. Harmonizar o seu espaço vai, com certeza, criar as condições para que você mude a sua vibração pessoal (impregnada com todas essas influências externas) e encontre um local muito mais favorável e que fará você viver muito mais feliz.

 

Feng Shui das áreas em volta da casa

O que observar: os acessos, como são as ruas, o que você vê no caminho, se existem igrejas ou cemitérios muito próximos, como é o som do local, se existe vegetação bonita e bem cuidada e como são as pessoas que moram perto, se existem comunidades de baixa renda. A lei do semelhante atrai semelhante é inexorável. Se você não for como seu vizinho, tende a se tornar como ele.

Página 2 de 101234...