O que as plantas revelam sobre sua casa

de 07/02/18 em Casa e Comida, Dicas que Curam, Feng Shui da Vida Real

As plantas são usadas no Feng Shui como importantes ferramentas de ajuste energético nos ambientes. Além disso, elas também nos mostram quando existe um desequilíbrio no local.  

Uma das maneiras mais fáceis de trazer energia vital (chi) para um ambiente é adicionar itens vivos. E escolher uma planta para essa tarefa é o passo mais rápido para revitalizar um espaço.

Uma planta é uma fonte constante de energia vital, ferramenta benéfica para manter o chi saudável, mas principalmente para levar uma dose extra de chi quando nos encontramos cansados, desmotivados ou quando enfrentamos uma doença.

Usar plantas como ajuste energético é benéfico em qualquer cômodo, até mesmo no quarto. Ao contrário do que muitos pensam, para o Feng Shui manter uma planta aqui é muito bem-vindo, já que esse elemento vivo estará energizando o local enquando dormimos.

Proteção e limpeza

Muito se fala sobre a relação entre a saúde das plantas de uma casa e a qualidade da energia do local. Quem nunca passou pela situação de ver um pé de planta murchar após a visita de alguém?

Além disso, diversas espécies de plantas são associadas à capacidade de limpar energeticamente os espaços e, consequentemente, proteger as pessoas, seja pela forma ou pelas propriedades aromáticas.

Mas muito mais comum do que ver uma planta murchar por conta de uma visita, é ouvir pessoas dizendo que não levam jeito com plantas e que todas acabam morrendo.

É verdade que algumas pessoas tem mais habilidades do que outras para cuidar de plantas, mas nesse caso a primeira recomendação é fazer uma abordagem prática.

De verdade, qual o cuidado está sendo dispensado à planta? As regas estão corretas? A adubação está em dia? E a quantidade de luz é adequada ao tipo da planta?

Pequenas mudanças na rotina de cuidados significam a saúde ou a morte de um pé de planta. Simples assim. Pesquise sobre as condições que a espécie que você tem em casa necessitam

Escolha plantas adequadas a sua realidade. Se regar todos os dias estiver fora de questão, opte por tipos que aguentam regas períódicas como suculentas.

Outra abordagem interessante é decidir cuidar das plantas que tem em casa ou mesmo escolher espécies de que gosta e se manter firme na rotina de cuidados. Pense que os cuidados com a planta refletem os cuidados que são dispensados a você mesmo, o que pode funcionar como um excelente exercício de observação e reflexão.

Se durante esse exercício uma planta morrer, não desista logo de cara. Compre uma espécie diferente, de preferência maior, e coloque no mesmo local.

Agora, fora isso plantas morrem. É uma verdade que apenas representa o ciclo da vida, nada mais.

Por outro lado, se plantas insistem em morrer ou vivem doentes e sem vida, é bem provável que exista um desequilíbrio de chi no local. Se as mudas de um local específico teimam em morrer é provável que seja necessário fazer um outro tipo de ajuste.

Povos nativos da América do Norte acreditam que quando uma planta morre ela está se sacrificando por você, removendo as forças em desequilíbrio do ambiente antes que elas atinjam e façam mal ao seu corpo físico.

Nesse caso, os problemas podem ser inúmeros. Desde a emissão de ondas elétricas ou eletromagnéticas, vindas de torres de celular, por exemplo, cruzamento de linhas de energia no solo (que também afetam moradores de prédios e atingem todos os andares, mesmo os mais elevados) até desequilíbrios em outras áreas da casa.

5 pequenos rituais para o Ano Novo

de 08/12/16 em Casa e Comida, Dicas que Curam, Espiritualidade, Feng Shui da Vida Real

candle-1750640_1920

Todo mundo tem seus pequenos rituais. A gente reza, entra com o pé direito em um lugar, tomar banho, compra uma roupa nova…. No fim do ano, comemos lentilhas, pulamos ondas, acendemos velas…. São apenas alguns exemplos, entre tantos. Mesmo uma pessoa que se diz cética pratica seus pequenos rituais.

Trabalhando com técnicas de Limpeza de Espaços (Space Clearing) e Feng Shui, venho comprovando que alguns rituais são muito eficientes. Alguns demandam algumas técnicas mais detalhadas, uma preparação e materiais especiais, mas outros são simples e ainda muito poderosos.

Escolhi cinco técnicas muito fáceis que podem ser feitas para remover energias estagnadas ou negativas e preparar a casa para receber bênçãos para o próximo ano. Quer aprender? Dá uma olhada.

 

1-Ritual da Vela

Compre uma ou mais velas novas. A cor escolhida vai depender do que você quer atrair no ano novo. Caso queira unir todos os desejos num único ritual, escolha a branca mesmo. Prepare um lugar especial sobre uma mesa, colocando uma toalha, trazendo qualquer objeto que seja sagrado para você – pode ser uma imagem de santo ou divindade, um objeto bonito ou mesmo um arranjo de flores. A ideia é fazer uma preparação. Coloque a vela em algum recipiente para que ela possa queimar com segurança e também para que você possa segurá-la sem queimar as mãos. Uma boa ideia é colocá-la no pote de vidro com areia no fundo. Isso a deixa firme e protege as mãos do calor. Acenda a vela mentalizando tudo o que deseja conseguir no próximo ano. Mantendo a intenção na sua mente e coração, pegue a vela e vá para a porta de entrada da sua casa. Comece a caminhar no sentido horário, passando por todos os cômodos, imantando seus desejos em todos os cantinhos. Volte para a porta de entrada, agradeça e deixe a vela num lugar seguro para terminar de queimar.

 

2- Sino

Sinos são usados em igrejas e em diversos rituais de muitas religiões. Dependendo do metal de que é feito, ele produz diferentes resultados. Mas isso não muda o poder de fazer um pequeno ritual com um sino. Se você tiver um em casa, aproveite para deixar que o lindo som produzido pelo objeto ative as energias na sua casa e também nas pessoas que moram nela. Vá para a porta de entrada da sua casa. Levante o sino na altura do seu rosto e balance. Dê uma balançada rápida e deixe que o som ecoe pelo local até que desapareça. Não movimente o sino interrompendo o som. Ele deve vibrar até o fim. Faça isso em casa cômodo da casa. Uma dica importante: se o som sair abafado, significa que as energias no lugar estão pesadas. Se isso acontecer, toque o sino novamente até que sinta o som alto e limpo. Finalize tocando mais uma vez o sino na porta de entrada da casa.

 

3- Incensos

Queimar incensos, seja no formato de varetas, cones ou maços de ervas são técnicas de limpeza ancestrais. A fumaça que sai do incenso também é uma forma simbólica de dizer que nossos desejos estão sendo levados aos céus. Acho linda essa imagem! Escolha um aroma agradável e pegue três varetas de incenso. Se forem cones, pegue três também. Se você tiver um maço de sálvia ou outra erva de limpeza, um só é o suficiente. Assim como no ritual da vela, prepare um lugar especial, colocando uma toalha, imagens ou flores e acenda os incensos. Acenda-os mentalizando tudo o que deseja para o ano novo. Permaneça por alguns minutos vibrando na intenção e visualize que todos os desejos estão sendo levados para o Universo por meio da fumaça. Se quiser, você pode deixar os incensos queimando ou pode caminhar com eles pela casa, reforçando suas intenções em cada cômodo. Agradeça por todas as bênçãos que já tem em sua vida e deixe que os incensos terminem de queimar.

 

4- Música

As músicas carregam vibrações que se conectam com vibrações existentes nos espaços ou nas pessoas. Por isso, certos ritmos, instrumentos ou palavras são usadas quando queremos nos conectar com boas vibrações, energias mais elevadas ou promover limpezas energéticas nos ambientes. Existem diversos mantras, que são entoados há milênios, e que vibram em frequências muito poderosas, ajudando a transmutar energias estagnadas ou negativas. Um dos mais conhecidos é o Om Ma Ni Pad Me Hum, muito usado em rituais do Feng Shui. Existem muitas vezes musicadas desse mantra. Se você sentir conexão por alguma divindade pode escolher o mantra dela. Ou escolha qualquer música que lhe traga boas sensações e um sentimento de sacralidade. Coloque para tocar na sua casa, e deixe tocando por algum tempo. Se não puder manter o som por muito tempo, deixe por sete minutos, no mínimo. Se puder, deixe tocando por 24 horas.

 

5-Palmas

Nosso próprio corpo é um instrumento que processa energias o tempo todo. Podemos alterar o campo energético de um lugar apenas usando a nossa intenção. Mas como ainda não conseguimos ter controle sobre essa capacidade, recorremos a instrumentos que nos ajudam a criar e a manter a conexão com as vibrações desejadas. Se você não gostar de velas, incensos ou não tiver a mão nenhum objeto, use o próprio corpo para limpar a sua casa: batendo palmas. Isso mesmo! Bata palmas, bem fortes! Comece pela porta da frente, batendo as palmas, na direção do chão até o teto, como se estivesse movimentando as energias de baixo para cima. Siga por todos os cômodos, no sentido horário. Veja se o som das palmas muda nos lugares. Se estiver abafado, significa que a energia está estagnada. Nesse caso, continue batendo até ouvir o som mais claro. Lembre de acessar todos os cantinhos da casa. Termine novamente na porta da frente e agradeça.

 

 

Página 1 de 212